sábado, 20 de agosto de 2016

Arroz de farinheira



Ingredientes:
1 farinheira pequena
150 gramas de peito de peru
1 dente de alhos médio
2 conchas (de sopa) de arroz.


Lave a farinheira e com uma agulha grossa (de preferência de cozer lã) pique a pele toda da farinheira, para que não rebente. Corte o fio para separar as pontas da farinheira, para que ao cozer fique com espaço suficiente para ficar mais ou menos direita, para se poder cortar em rodelas.
Coloque a farinheira, o dente de alhos inteiro e se quiser uns pedacinhos de peru, dentro de um tacho coberto de água já morna e um pouco de sal; com a chama no mínimo e o tacho meio tapado, deixe cozer a farinheira durante 20 a 25 minutos (espete o peru para verificar se está cozido).
Tire a farinheira com uma espátula para dentro de um prato e deixe arrefecer. Tire também os pedaços de peru e deite fora o dente de alhos, senão fica desfeito no arroz.
Coloque outro tacho ao lume onde vai cozer o arroz: com uma concha da sopa, tire o caldo, de onde cozeu a farinheira, com a concha inclinada faça cair a gordura do caldo (prove para ver se está bom de sal, se achar que está salgado, retire uma concha do caldo e substitua por uma concha de água); mexe-se o arroz com um garfo e reduz-se a chama ao mínimo tapado durante 10 minutos.
Enquanto o arroz coze corte a farinheira em rodelas largas e com a ponta da faca abra as rodelas e raspe a farinheira que irá deitar no tacho do arroz depois de cozido, junto com os pedaços de peru e já com o lume apagado; corte também umas rodelas de farinheira mais finas para enfeitar o arroz já depois de servido no prato.
Quando o arroz estiver cozido, com um garfo junte então a farinheira esfarelada e o peru, mexa e sirva, num prato enfeitado, com 4 rodelas de farinheira e acompanhe com salada de alface (sem cebola) para saborear o gosto da farinheira no arroz.